SEMAD-MT - Secretaria Estadual de Missões das Assembleias de Deus do Estado de Mato Grosso.

NOTÍCIAS/ARTIGOS

Líder de vilarejo cristão é libertado no Laos, outro segue preso

Missões

Líder de vilarejo cristão é libertado no Laos, outro segue preso

A polícia local do Laos (21º país na Classificação da Perseguição Religiosa) prendeu dois cristãos por se recusarem a negar sua fé no dia 17 de julho. Depois de passarem mais de um mês na prisão, um deles foi libertado no dia 23 de agosto por motivos de saúde

08_Laos_site.jpg

Os cristãos de uma vila no Laos, Loy*, de 25 anos, e Sulilath*, de 22, são líderes cristãos e presbíteros da igreja em uma aldeia na província de Bolikhamsai, na região central do Laos. Eles foram responsabilizados pelo aumento da população cristã na aldeia - de 3 para 12 famílias -, em um período de dois anos.

O pastor Kane*, um amigo destes presbíteros e uma testemunha ocular da prisão, compartilhou: "A polícia estava assustada com o número de pessoas da nossa aldeia que estavam se tornando cristãos, então eles foram até Loy e Sulilath. "Nós não permitimos cristãos aqui", explicaram. "Se vocês não negarem a Jesus, vocês só tem duas opções: deixar a cidade, ou ir para a cadeia." Loy e Sulilath preferiram ficar.

Por 37 dias, Loy e Sulilath foram colocados separadamente em celas apertadas. Sem muito espaço para movimentar-se, Loy desenvolveu constantes dores nas costas e cãibras nas pernas. Isso levou os funcionários da prisão a libertá-lo.

"Depois que ele saiu, Loy tirou sua esposa e dois filhos da aldeia imediatamente", disse o pastor Kane. "Sua família agora fica com um amigo em outro distrito."

Sulilath, no entanto, permanece preso.

O governo comunista do Laos acredita que sua identidade está diretamente ligada com o budismo. Isto faz com que os cristãos dos vilarejos como Loy e Sulilath sejam expulsos de suas aldeias, e até mesmo torturados e presos por seus vizinhos, parentes e autoridades locais pela escolha de seguir Jesus Cristo.

Pedidos de oração

  • Louve a Deus pela liberdade de Loy e ore pela libertação imediata de Sulilath. 
  • Ore a Deus por provisão para Loy e sua família que, agora, não têm casa e estão sem dinheiro para comprar as suas necessidades diárias. 
  • As doze famílias cristãs da província de Loy e Sulilath também fugiram. O pastor Kane está ajudando-os a encontrar um lugar para se refugiarem.
  • Ore pelo pastor Kane que supervisiona muitas igrejas na região central do Laos. Ele também está sendo monitorado pela polícia.

*Nomes alterados por motivos de segurança. 

FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoBasílio Henrique

 

09/SETEMBRO/2014

Fonte: Portas Abertas Internacional



Missões: Mais Notícias/Artigos



COMPARTILHE!



PUBLICIDADE

FACEBOOK

SEMAD-MT - Secretaria Estadual de Missões das Assembleias de Deus do Estado de Mato Grosso.. 

Segunda, 25 de Junho de 2018