SEMAD-MT - Secretaria Estadual de Missões das Assembleias de Deus do Estado de Mato Grosso.

NOTÍCIAS/ARTIGOS

Pastor é libertado temporariamente sob fiança

Missões

Pastor é libertado temporariamente sob fiança

No dia 15 de setembro, o pastor Tandin Wangyal foi libertado sob fiança, válida por um ano, depois de passar quatro noites na prisão central Samtse, ao sul do Butão

22_Bhutan+2008+0310005189.jpg
"Isso não quer dizer que ele estará livre por um ano", disse uma fonte local, não identificada por motivos de segurança. "Isso só significa que ele deverá comparecer às audiências judiciais enquanto seu recurso de reconsideração da sentença será ouvido por um tribunal diferente, o tribunal superior de Samtse. É difícil dizer por quanto tempo as audiências irão continuar."

Tandin foi condenado em 10 de setembro por duas acusações. A primeira, por exibir um filme sem permissão oficial, conforme exigido nos termos das secções 105 e 110 da lei sobre mídia, de 2007, do Butão. Por essa acusação, o pastor foi condenado a oito meses de prisão.

A segunda acusação foi recolher fundos de uma agência estrangeira de 2012 a março de 2014 – um crime de quarto grau que carrega uma pena de três anos e três meses. Este é um crime inafiançável.
 
“Mais perto de Deus” 
Durante suas quatro noites na prisão central Samtse, Tandin afirmou ter experimentado uma intimidade com o Senhor que ele não tinha experimentado antes.

"O pastor aproximou-se ainda mais de Deus, porque passou a maior parte do seu tempo em oração", disse uma fonte à Portas Abertas. "Havia 12 presos na cela onde ele foi colocado. No dia em que foi solto, 15 de setembro, seus companheiros de cela estavam todos dormindo, e ele teve uma visão enquanto orava em torno das 3 horas da manhã. Nela, ele viu um anjo guiando-o pela mão. Então, a porta da cela se abriu de repente e ele saiu.  Naquela mesma tarde, às 15h45, ele foi liberado".

"Obrigado por todo o apoio em oração", disse Tandin em uma mensagem, logo que saiu da prisão. "Estou sem palavras e não tenho como agradecer ao meu Jesus. Só ele sabe o que eu passei nessas quatro noites. Se não fosse por sua graça e paz, eu provavelmente teria entrado em colapso."

Um ex-secretário do tribunal, que é cristão, ajudou o pastor preparar o recurso que será apresentado hoje, 22 de setembro.

Tandin não terá de ficar na prisão, enquanto o Supremo Tribunal de Samtse revê sua apelação. O juiz designado para o caso é Birkha Bahdur Tamang, conhecido por suas opiniões liberais. Com Birkha como presidente, o pastor espera um julgamento justo.

"Por favor, continue orando por Tandin", disse a fonte da Portas Abertas. "Ele parecia fraco, estava cuidando de uma febre viral e tinha dores de estômago devido à água que bebia na prisão. Ore também pelo apelo que será apresentado ao tribunal."

FontePortas Abertas Internacional
TraduçãoAna Luíza Vastag

 

22/SETEMBRO/2014

Fonte: Portas Abertas Internacional



Missões: Mais Notícias/Artigos



COMPARTILHE!



PUBLICIDADE

FACEBOOK

SEMAD-MT - Secretaria Estadual de Missões das Assembleias de Deus do Estado de Mato Grosso.. 

Sábado, 18 de Agosto de 2018